Trabalho & PrazerTrabalho & Prazer – Teoria, Pesquisas e Práticas – 
Organizadores: Janine Kieling Monteiro, Fernando de Oliveira Vieira e Ana Magnólia Mendes

Esta obra é fruto de estudos que têm pautado a temática saúde mental e trabalho há vários anos, em diferentes contextos brasileiros. Como estimular o prazer nos ambientes de trabalho da atualidade, diante de um cenário tão desfavorável ao sofrimento criativo? Mais ainda, pergunta-se: Por que se torna tão difícil falar de criatividade e de prazer no trabalho? Como buscar mais saúde mental no trabalho, em um contexto neoliberal, no qual as relações de trabalho têm sido fortemente precarizadas? O livro traz subsídios para refletir sobre a urgência de se obter mais prazer no trabalho, como um meio de manutenção da saúde mental do trabalhador.


 

Trabalho & Sofrimento

Trabalho & Sofrimento – Práticas Clínicas e Políticas Biblioteca Juruá de Psicodinâmica e Clínica do Trabalho. Organizadores: Ana Magnólia Mendes, Rosângela Dutra de Moraes e Álvaro Roberto Crespo Merlo

Apresenta as conferências realizadas no III Congresso de Psicodinâmica e Clínica do Trabalho em Gramado, Outubro de 2013. Representa um marco histórico para a psicodinâmica do trabalho no Brasil, em especial na clínica do trabalho. Inaugura uma psicodinâmica que busca independência metodológica e a interlocução com diferentes atores para integrar dimensões clínicas e políticas do sofrimento no trabalho a partir de diferentes abordagens e práticas.


 

CPT - professores

Clínica Psicodinâmica do Trabalho de Professores – Práticas em Saúde do Trabalhador Biblioteca Juruá de Psicodinâmica e Clínica do Trabalho. Organizadoras: Ana Magnólia Mendes, Carla Garcia Bottega e Thiele da Costa Müller Castro

Discute as pesquisas em psicodinâmica do trabalho e práticas clínicas que vem sendo realizadas com os professores do ensino fundamental, analisando diferentes casos em diferentes regiões brasileiras. É uma parceria com o SINPRO-DF


 

Dicionário Crítico

Dicionário Crítico de Gestão e Psicodinâmica do Trabalho – Biblioteca Juruá de Psicodinâmica e Clínica do Trabalho. Organizadores: Fernando de Oliveira Vieira, Ana Magnólia Mendes e Álvaro Roberto Crespo Merlo.

O dicionário está composto por 76 (setenta e seis) verbetes. Foram selecionados com base em três eixos: os conceitos básicos da psicodinâmica do trabalho, os diálogos e interfaces desta abordagem com outros campos do saber, e os conceitos transversais de gestão que se articulam com a psicodinâmica. Participam historiadores, sociólogos, cientistas políticos, administradores, pedagogos, psicólogos, assistentes sociais e médicos do trabalho.


 

O Sujeito no Trabalho – Entre a Saúde e a Patologia Biblioteca Juruá de Psicodinâmica e Clínica do Trabalho. Organizadores: Álvaro Roberto Crespo Merlo, Ana Magnólia Mendes e Rosângela Dutra de Moraes.

O presente livro traz contribuições ao debate sobre as relações entre saúde mental e trabalho e descortina um panorama renovado da Psicodinâmica do Trabalho, corrente de pensamento teórico e prática clínica que vem se expandindo no campo dos estudos voltados à interface trabalho e saúde mental.


Clínica Psicodinâmica do Trabalho – O Sujeito em Ação – Biblioteca Juruá de Psicodinâmica e Clínica do Trabalho. Organizadores: Ana Magnólia Mendes/Luciane Kozicz Reis Araujo.

Esta obra é fruto da nossa prática nos últimos dez anos de trabalho como pesquisadores. É uma obra que repensa o método da clínica psicodinâmica do trabalho. Um dos propósitos é (re) confirmar a identidade dessa clínica, discutir os dispositivos, a condução, a análise e a qualificação do profissional, apontando diferenças entre o pesquisador-clínico e o clínico-pesquisador.


Livro dominação e resistencia

.Dominação e Resistência no contexto do trabalho-saúde. Organizadores: Mário César Ferreira, José Newton Garcia de Araújo, Cleverson Pereira de Almeida, Ana Magnólia Mendes

Debate as repercussões do trabalho nos modos de subjetivação e, por sua vez, na saúde dos trabalhadores, considerando os problemas e desafios da modernidade. Promove uma discussão sobre as dimensões política, social, teórico-conceitual, técnico-assistencial da saúde no trabalho e da questão da exclusão/inclusão. visa problematizar os efeitos das relações de dominação em diferentes contextos de trabalho e os modos de resistência dos trabalhadores para assegurar sua saúde.


MENDES, Ana Magnólia; MERLO, Álvaro Roberto Crespo; MORRONE, Carla Faria & FACAS, Emílio Peres. Psicodinâmica e Clínica do Trabalho: Temas, interfaces e casos brasileiros. 1. ed. Curitiba: Juruá, 2010, v. 1, 545 p.

O livro é fruto do II Congresso de Psicodinâmica e Clínica do Trabalho em Brasília, Outubro de 2011. Aprofunda a discussão da abordagem da Psicodinâmica do Trabalho em três níveis: reflexões sobre o estado da arte e desafios para psicodinâmica; as interfaces e diálogos de abordagens afins – como a ergonomia, a sociologia clínica, a psiquiatria e a psicossomática; e os casos brasileiros, com pesquisas de campo realizadas com diversas categorias profissionais em diferentes regiões do país.


MENDES, Ana Magnólia. Violência no Trabalho:Perspectivas da Psicodinâmica, da Ergonomia e da Sociologia Clínica. 1. ed. Curitiba: Mackenzie, 2010, v. 1, 200 p.

Esta obra tem por objetivo consolidar as pesquisas sobre violência no trabalho, com base no diálogo entre três teorias críticas: psicodinâmica do trabalho, ergonomia da atividade e sociologia clínica.

.


MENDES, Ana Magnólia. Trabalho e Saúde: O Sujeito entre Emancipação e Servidão. 1. ed. Curitiba: Juruá, 2008, v. 1, 185 p.

Articula abordagens da psicologia social e do trabalho, da ergonomia da atividade, da psicodinâmica do trabalho e da sociologia clínica para explicar a relação entre emancipação e servidão, que encontra-se na base dos processos de adoecimento no trabalho.


MENDES, Ana Magnólia. Psicodinâmica do Trabalho – Teoria, Método e Pesquisas. 1. ed. São Paulo: Casa do Psicólogo, 2007, v. 1.

Traduz o percurso conceitual e empírico de 15 anos de uma abordagem, considerada hoje uma das mais importantes teorias clínicas e críticas do trabalho. Discute o prazer-sofrimento como produto do sentido do trabalho e mediador do processo saúde-adoecimento.


MENDES, Ana Magnólia; LIMA, Suzana Canez Cruz; FACAS, Emílio Peres. Diálogos em psicodinâmica do trabalho. 01 ed. Brasília: Paralelo 15, 2007, v. 1, 185 p.

O livro é uma coletânea de textos referentes ao I Congresso Brasileiro de Psicodinâmica e Clínica do Trabalho, realizado em Abril de 2009 na cidade de Brasília.

.


FERREIRA, Mário César; MENDES, Ana Magnólia Bezerra. Trabalho e Riscos de Adoecimento – O caso dos Auditores-Fiscais da Previdência Social Brasileira. Brasília: Edições LPA e FENAFISP, 2003.  v. 1, 156 p.

O livro tem fundamentos empíricos em pesquisa nacional realizada com 1916 auditores-fiscais (cerca de 50% da categoria) da Previdência Social brasileira. Os resultados fornecem pistas para o estudo de situações de trabalho semelhantes no serviço público e pautam importante agenda de investigação e de intervenção para os que atuam com uma perspectiva prevencionista no campo da inter-relação trabalho.


MENDES, Ana Magnólia Bezerra; BORGES, Lívia de Oliveira; FERREIRA, Mário César. Trabalho em transição, saúde em risco. Brasília: Editora UnB e FINATEC, 2002. v. 1 234 p.

O livro aborda os diferentes olhares que deram origem às múltiplas abordagens e indicadores de saúde no trabalho, estimulando uma postura científica e profissional pautada na crítica das diversas transformações que vêm ocorrendo no mundo do trabalho e nos riscos que elas imprimem à saúde dos trabalhadores.